Terapia


Oi, amores
Ahhh, amada e odiada terapia.... Têm pessoas que não a levam a sério, acham bobagem etc, mas acredito que podemos mudar e que há pessoas que podem nos ajudar a ver o mundo de outra forma.




Quem não está sujeito a passar por  dificuldades ao longo da vida? Às vezes, damos conta dos desafios do dia-a-dia sozinhos, mas outras vezes não! Há certos momentos em que as dificuldades cotidianas se tornam tão grandes, que interferem na vida, então ai, é chegada a hora de procurar alguém que possa lhe ajudar.

O psicólogo atua como um parceiro e facilitador nesse processo de reconhecimento, reconstrução e aquisição de novos comportamentos, pensamentos e sentimentos, por meio de técnicas específicas e de uma relação de confiança, para termos a oportunidade de construir juntos, caminhos de saúde e realização.
Se faz terapia para mudar sentimentos, comportamentos e pensamentos, que impedem você de levar uma vida mais saudável e feliz. E não se deve fazê-la, quando você não está disposto a mudar, quando não quer encontrar o culpado de seus problemas ou quando você quer passar para o terapeuta a solução deles.
O processo terapêutico deve ser encarado com seriedade e compromisso pela pessoa (paciente) em seu processo de mudança e aprendizagem.  
A periodicidade dos encontros é importante para que paciente e terapeuta criem um vínculo de confiança, porém, o sucesso está calcado na motivação de promover mudanças na sua vida.
Fale o que quiser e abertamente o que julgar importante durante a sua sessão, pois o terapeuta não está ali para  julgar ou elaborar críticas sobre sua pessoa. Na verdade, ele está ali para sugerir o remédio.
A sua relação com o terapeuta deve ser como você se relaciona com as pessoas e da mesma forma que você interage com o mundo. Os temas desagradáveis que forem conversados durante a terapia são essencialmente importantes, pois eles alertam sobre as áreas de dificuldades e sobre seus potenciais de melhoria.
Pessoas, terapia não é massagem. A maioria das sessões são difíceis e dolorosas.


Dar fechamento aos ciclos da vida é importante, então seu desligamento da terapia, por algum motivo, deve ser conversado. Não tente buscar resultados imediatos e a qualquer preço.  Eles aparecem quando você conseguir entender que mudar é a única opção e que ela só pode ser feita por você mesmo e essa mudança acontece em sua forma de pensar, sentir e agir sobre o mundo. Sem mudança interior, não há melhora.
Não tenha receio de criar dependência do terapeuta, pois será criado um forte vínculo entre vocês, e que depois esse vínculo vai naturalmente se afrouxando.
Não espere do seu terapeuta respostas que estejam além de sua capacidade, afinal ele é gente como a gente, que realmente se importa com você e sempre estará vibrando a cada conquista sua.
É isso ai, vamos fazer terapia sem medo. Crescer e amadurecer doi demais, eu sei, mas vamos em busca de nossa reforma interior !



Mil beijokas,

14 comentários:

  1. Oi Sheyla,
    Nada como um bom profissional para nos ajudar mas não devemos esquecer que a escolha será sempre nossa!
    Muito bom esse post!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Já fiz e recomendo!
    Beijo querida,
    Denise - dojeitode.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Yo nunca he asistido a terapia pero me parece un buen recurso si es con un buen profesional para que nos pueda ayudar
    Besos

    ResponderExcluir
  4. Todos "precisamos". A idéia de que só quem é ou esta depressiva ou passando por algum problema está completamente ultrapassada.

    ResponderExcluir
  5. Acredito que toda ajuda é sempre bem vida... na correria do dia-a-dia é sempre bom poder desabafar com alguém que tenha uma visão externa do que está acontecendo.
    Bjs - e parabém pelo blog, adorei! - www.uaiquecharme.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Sheyla,
    Sou mega adepta. A terapia me ajudou muito em épocas difíceis em minha vida, inclusive tive uma oncoterapeuta na época do CA a quem devo muito!
    Bjs e um ótimo restinho de semana para vc.

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  7. Confesso que resisti muitos anos. Mas, há um ano me rendi e sinto os benefícios...
    muito bom nos conhecer e ver a transformação.
    Ótima postagem, querida!
    Um bejim pra você!

    ResponderExcluir
  8. Não vivo sem, adoooooro, diria sou viciada, aqui em casa, sempre ajudei na adolescencia os filhotes com terapia e tudo ficou mais fácil. Ótimo post

    ResponderExcluir
  9. Olá amiga, eu até tentei uma época quando perdi minha mãe e fiquei deprimida mas não me habituei, foi só um período, quando vi que além da tristeza eu estava arrumando um problema financeiro devido o alto custo da terapia eu sarei rapidinho e não fui mais rsrsrs mas tenho amigas terapeutas e acredito muito no trabalho delas! Bjossss

    ResponderExcluir
  10. Olá menina,
    Sou super a favor e, acho que todos precisam.
    Tentei fazer, mas não consegui, mas pretendo retornar.
    Tenha um lindo final de semana.
    beijos
    www.meucantinhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá, querida Sheyla
    Eu já fiz um ano no decorrer da minha pós (Terapia Comunitária)... valeu-me muito!!!
    Bjm fraterno e quaresmal

    ResponderExcluir
  12. Confesso que eu tinha um pouco de preconceito, mas eu fui à algumas sessões e consegui resgatar muitas das coisas que eu passava despercebido. Acho importante procurar ajuda quando precisa sim, mas a pessoa tem que ir pq quer mudar mesmo.

    Kisu!

    ResponderExcluir
  13. Sheylinha, faço terapia faz uns anos e quando o terapeuta pe bom é uma delícia. Super indico.
    As vezes a gente não sabe-admite ter ou estar com problemas. Por muitos anos me neguei a fazer terapia, até chegar ao limite.

    Beijooo grande. Bom finde!


    Nanda

    ResponderExcluir
  14. Sempre tive uma visão negativa sobre esse assunto, mas agora, lendo seu post, vejo que pode ser uma coisa positiva!!!
    bjsss e bom domingo!

    ResponderExcluir

Olá!
Fico feliz com sua visita e não saia sem deixar seu comentário.
Bjokas,Sheyla.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...