Livros que podem mudar sua vida


Olá, pessoas
Viajando pela internet em busca de conteúdo para tirar a poeira acumulada do blog e tentar voltar a escrever mais e melhor, trazendo bons conteúdos, deparei com esta lista de livros que não se pode deixar de ler em 2018, vamos a eles?

1. A Sorte do Agora (Matthew Quick)

Bartholomew Neil tem 40 anos e sempre viveu com a mãe. Depois que ela fica doente e morre, ele não faz ideia de como viver sozinho. Ele então descobre uma carta de Richard Gere na gaveta de calcinhas da mãe, e acredita ter encontrado uma pista de por que, afinal, em seus últimos dias a mãe o chamava de Richard... Só pode haver alguma conexão cósmica! Convencido de que Richard Gere vai ajudá-lo, Bartholomew começa essa nova vida sozinho escrevendo uma série de cartas altamente íntimas para o ator. 

2. O Poder do Hábito (Charles Duhigg)
O livro traz um verdadeiro e profundo estudo dos hábitos. Além de mostrar como eles funcionam, o autor Charles Duhigg também explica como eles podem ser transformados na prática. Imagine se você conseguir estabelecer o hábito de usar a escada ao invés do elevador e o bem que isso trará para a sua saúde. Esse é apenas um exemplo de como os hábitos influenciam nossa rotina, mas uma vez transformados, podemos ganhar em produtividade, estabilidade e bem-estar.

3. Para Sempre Alice (Lisa Genova)
Alice é casada, mãe de três filhos adultos, professora titular em Harvard, especialista de renome mundial. Perto de completar 50 anos, Alice começa a esquecer. No início, esquecia de coisas sem importância, como o lugar em que deixou o celular, até que, um dia, ela se perde a caminho de casa. Ironicamente, a professora com a memória mais afiada de Harvard é diagnosticada com um caso precoce de mal de Alzheimer, uma doença degenerativa incurável. Isso faz com que ela tenha que se reinventar a cada dia.

4. Ensaio sobre a cegueira (José Saramago)
Um motorista parado no sinal se descobre subitamente cego. É o primeiro caso de uma "treva branca" que logo se espalha incontrolavelmente. Resguardados em quarentena, os cegos se perceberão reduzidos à essência humana, numa verdadeira viagem às trevas. Num ponto onde se cruzam literatura e sabedoria, José Saramago nos obriga a parar, fechar os olhos e ver. Recuperar a lucidez, resgatar o afeto: essas são as tarefas do escritor e de cada leitor, diante da pressão dos tempos e do que se perdeu.

5. O Segundo Sexo (Simone de Beauvoir)
Publicado originalmente em 1949, este livro é uma obra pioneira dos estudos sobre as mulheres e referência para o movimento feminista dos anos 1970. Da biologia à psicanálise, passando pelo materialismo histórico, Simone de Beauvoir reflete sobre as construções sociais produzidas em torno da "figura feminina". É a obra mais fundamental de uma das mais importantes intelectuais do século 20.
6. O Poder da Empatia (Roman Krznaric)
Empatia é a arte de se pôr no lugar do outro e ver o mundo de sua perspectiva. Ela tem o poder de curar relacionamentos desfeitos, derrubar preconceitos, nos fazer pensar em nossas ambições e até mesmo mudar o mundo. Neste livro, o filósofo e historiador da cultura Roman Krznaric sustenta que, ao contrário do que pensamos, não somos eminentemente autocentrados, pois nosso cérebro é equipado para a conexão social. Baseado em mais de doze anos de pesquisas em diversos campos do saber, ele nos leva a uma incrível jornada através dos séculos para mostrar por que a empatia é uma qualidade essencial e transformadora que devemos desenvolver, ensinando ao mesmo tempo como é simples praticá-la.

Alguns livros são conhecidos e já viraram filmes, outros nem tanto, mas acho que valem a pena conhecê-los ou irem para a lista de próximas leituras! 
Mil beijos e uma excelente semana!



Casa decorada x animal de estimação


Olá, pessoas do bem!
Os pets são seres cheios de amor e fofura, capazes de arrancar sorriso mesmo em dias estressantes e quem possui bichinho(s) de estimação sabe que são tratados como membros da família e por isso, se faz necessário tomar certos cuidados com a decoração da casa. 
Além de fornecer uma alimentação adequada, dar vacinas e levá-los periodicamente ao médico veterinário, é preciso garantir que seu animalzinho tenha um espaço próprio que seja seguro, resistente e de fácil limpeza. Isso não significa deixar a casa se transformar em um canil ou em um gatil. 
1. Dê preferência a pisos resistentes
Pisos laminados, de pedra ou cerâmica são mais fáceis de limpar e manter do que um revestimento de carpet, pois são mais frescos em dias quentes, proporcionando um alívio para os peludos que sofrem com o calor. Só é preciso tomar cuidado com os pisos de materiais muito escorregadios, que dificulta a locomoção dos pets mais idosos que podem causar acidentes. Use tapetes antiderrapantes para facilitar a vida deles.
2. Proteja os itens frágeis
Aquele vaso herdado da sua bisavó precisa estar muito bem protegido, assim como a coleção de cristais e porcelanas que você trouxe de suas viagens. Afinal, se seu cão ficar feliz e movimentar a cauda ou se seu gatinho curioso resolver inspecionar o objeto, é possível que eles se transformem em cacos. Para poder exibir seus itens decorativos sem medo, a dica é deixá-los em armários fechados com portas de vidro resistente à prova de pets mais eufóricos.
3. Esqueça os tapetes caríssimos
Os tapetes apresentam uma vantagem em relação ao carpet, pois é muito mais simples tirar do ambiente para limpar. Dispense os tapetes caríssimos, pois eles serão alvos de patinhas com unhas afiadas e necessidades fisiológicas nos primeiros dias, ou pelo menos durante a adaptação do seu bichinho. Escolha uma versão mais barata para sofrer menos a cada fio puxado e prefira aos tapetes sintéticos ou de sisal.  
4. Reforce o tecido do sofá
É uma delícia ter a companhia do seu animalzinho para assistir a sua série preferida no sofá, não é? O que não é tão legal é ter que lidar com pelos e manchas pela sala inteira. Escolha tecidos lisos e resistentes que facilitam a retirada dos pelos e a limpeza, como lona, vinil, chenile ou sarja. Porém, se o orçamento não permite fazer isso agora, é mais barato mandar fazer uma capa resistente a patinhas e manchas, para que se isso ocorrer é só colocar para lavar.
5. Escolha a tinta correta
Se seu bichinho acabou de chegar da rua e foi esfregar as patinhas nas paredes e para não sujá-las use tinta acetinada, que é bem mais fácil de limpar e resistente a manchas.
6. Ofereça um espaço divertido para seu pet
Os animais de estimação são como crianças, gostam de brincar e precisam de estímulos para se desenvolver. Principalmente os gatos, que são aventureiros e curiosos, por isso é necessário proporcionar um espaço com desafios para que eles não fiquem entediados. Procure integrar móveis como torres e escadas, com o estilo da sua decoração e adapte a casa para todas as espécies que fazem parte da família.
É possível manter a casa com estilo e decorada, ao mesmo tempo proporcionando um lugarzinho aconchegante para os amiguinhos peludos. As dicas são valiosas para garantir que seu bichinho fique feliz e seguro e a sua casa limpa e intacta (ou quase) heheheh . 


Mil beijos no coração e bom fim de semana!

Erros que danam seu cabelo


Olá pessoas de bom coração!
Quem não quer ter um cabelo bonito e saudável? Mas é preciso ter alguns cuidados diariamente ou mesmo adotando determinados hábitos na hora de pentear e lavar. Esses hábitos que parecem ser comuns, podem acabar sendo prejudiciais aos fios ou a couro cabeludo. 
Veja alguns erros comuns que se comete na hora de cuidar dos cabelos:
1. Amarrar o cabelo muito forte e por muito tempo
Pode ser prático, mas a fricção do prendedor pode danificar os fios e quando se estica muito pode levar à perda de fios na região frontal. Nunca use prendedores de nylon.
2. Tomar banho muito quente
A água muito quente abre a cutícula , deixa o cabelo quebradiço, sem brilho e estimula ainda mais a produção de sebo. Além de piorar problemas como caspa, psoríase, inflamações capilares e até mesmo a calvície.
3. Não trocar os produtos
Se fizer alguma mudança nos cabelos, como tintura, alisamento ou química, é preciso mudar o shampoo e o condicionador. Escolha um que seja adequado ao tipo de mudança feita.
4. Esfregar muito forte
Com o cabelo molhado, os fios ficam mais lisinhos e mais vulneráveis aos danos na haste capilar. Então, cuidado na hora de esfregar durante o banho ou enquanto ainda não estiver seco.
5. Usar escovas sujas e cheias de cabelo
Lave a escova toda semana ou a cada duas semanas, para remover todos os resíduos que ficam grudados nela e que causam irritações do couro cabeludo.
6. Usar fronhas de algodão
O algodão é um tecido que faz uma enorme fricção no couro cabeludo, e ao longo dos anos, gera danos podendo levar a ter pontas duplas. Se possível, use fronhas de seda ou linho, que são tecidos mais lisos.
7. Excessos de tratamento
Fazer tratamentos capilares em excesso deixa o cabelo sem brilho e quebradiço. Na hidratação, por exemplo, os aminoácidos se aderem temporariamente ao redor dos fios, mas se houver um grande acúmulo desses aminoácidos nas hastes dos cabelos, estas se quebram.
8. Entrar na piscina de cabelo seco
Ao entrar na piscina, o fio absorve a água cheia de cloro e impurezas, por isso molhe o cabelo antes ou use produtos específicos, para evitar que o cloro entre de maneira tão forte no cabelo.
9. Ingerir pouca proteína
Uma boa alimentação sempre é importante! Os cabelos e as unhas são feitos de queratina, que é produzido por proteínas. Com uma alimentação pobre em proteínas fica mais difícil ter cabelos e unhas fortes e saudáveis.
Fonte: https://www.dicasdemulher.com.br/habitos-prejudiciais

Gente, várias coisas faço erroneamente! E não sabia que as fronhas de algodão fazem mal ao couro cabeludo. Vivendo e aprendendo. Me conte nos comentários quais seus erros mais cometidos.

Beijos e até a próxima,


Tricot Gigante


Hola, pessoas lindas!
Passeando pelo Pinterest, me dei conta que a tendência para o inverno, é o tricô gigante ou o maxi tricot, uma releitura desse hobby tão antigo, de uma maneira mais moderna de usar esta arte e aquecer com looks fofos e cantinhos rústicos. As crocheteiras de plantão,vão se apaixonar!

Parte 2 - Minimalismo em Família


Olá, pessoas!
Dando continuidade em como ter uma vida minimalista em família, em que vai fazer mudar seu conceito de "ter" e aprender a desapegar  para se ter uma vida mais simples e econômica em todos os sentidos. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...